Frei Leandro - primeiro diretor botânico

O Jardim Botânico, que estivera quase abandonado, durante as lutas da Independência, passa a ser dirigido, de 1824 a 1829, por Frei Leandro do Sacramento.

Frade carmelita que integrava as Academias de Ciências de Londres e Munique, professor de Botânica da Academia de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro, Frei Leandro foi o primeiro diretor botânico do Jardim na época do primeiro Reinado. Na sua gestão, o Jardim Botânico adquire o caráter científico, mais tarde sedimentado por Barbosa Rodrigues, e que o identifica hoje.

“...tudo o que o Jardim póde offerecer de notável em trabalhos
antigos é devido a seu espírito activo e à sua intelligencia,
unicamente empregada sob o ponto de vista scientifico.”

Barbosa Rodrigues, 1894.

Principais Mudanças

 

 

 

 

 

volta à página inicial