Prorrogada até 30 de setembro a exposição ‘O gabinete de curiosidades de Domenico Vandelli’ no Museu do Meio Ambiente
1/9/2008

Prevista para encerrar sua temporada no dia 31 de agosto, a exposição ‘O gabinete de curiosidades de Domenico Vandelli’, que inaugurou em julho o Museu do Meio Ambiente, no Jardim Botânico, continuará em cartaz até o dia 30 de setembro. Com patrocínio do BNP-Paribas, a mostra estará aberta para visitação gratuita de terça-feira a domingo, das 10h às 17h.

Criador dos primeiros jardins botânicos e museus de história natural em Portugal, Vandelli foi o idealizador, no final do século XVIII, das "viagens filosóficas" ao Brasil - expedições científicas que vinham de Portugal para pesquisar, narrar e classificar a natureza brasileira que culminariam mais tarde na criação do Jardim Botânico carioca por dom João VI.

Foi na Real Academia das Ciências de Lisboa e na Universidade de Coimbra que Domenico Vandelli (1735-1816), responsável pela cadeira de História Natural, começou a plantar a semente de um novo tipo de conhecimento científico que saía do currículo estagnado da era medieval. A nova ciência passou a ir a campo, vivenciar, explorar e mapear as riquezas naturais. Na rota destas descobertas, as pesquisadoras Anna Paula Martins e Isabela Travassos costuraram as informações de uma série de documentos, revelando fontes primárias importantes e desconhecidas do público brasileiro.

"Esta é uma iniciativa para tornar público e acessível o contexto de uma época que teve em Vandelli um elo de ligação entre o Brasil e o iluminismo científico europeu",  explica Anna Paula.

Reflexão de viajantes como o botânico Manuel Arruda da Câmara, que catalogou plantas do Nordeste que podiam gerar papel e tecidos; Domingos Alves Branco Muniz Barreto que, em viagens às vilas e aldeias do litoral da Bahia, descobriu ervas medicinais e fibras da flora nativa; João Manso Pereira, que escreveu sobre a reforma dos alambiques e a melhor maneira de se transportar o produto a Portugal.

Gabinete de curiosidades

Lugar onde o colecionador dos séculos XVI, XVII e início do XVIII guardava, sem catalogação, tudo que julgasse pitoresco - artefatos, produtos naturais e relíquias -, o Gabinete de curiosidades tornou-se, mais tarde, um ambiente associado a Museus e Universidades, passando a ter seus itens classificados pelo sistema criado por Lineu.
"O sentido do gabinete de curiosidades era buscar a reunião, sob o mesmo domínio, de produções interessantes que encontravam-se dispersas. A diversidade da natureza brasileira observada e descrita nas viagens filosóficas realizadas por discípulos de Vandelli e a variedade de temas que se articulam no universo deste naturalista é o que recriam o livro, a exposição e o site", conta Anna Paula.

A exposição

Com curadoria de Anna Paula Martins, a mostra apresenta um olhar sobre a história natural e o reconhecimento das potencialidades do meio ambiente brasileiro há 200 anos através das viagens e memórias dos discípulos de Vandelli. Textos e imagens, livros e documentos, projeções, áudio com sons
do jardim botânico e do artista plástico Luiz Zerbini vão compor as seis salas do novo Museu do Meio Ambiente.

Logo na entrada, os livros são o fio condutor para o visitante sobre o universo do naturalista. Na primeira sala, um audiovisual com pequenas gavetas e arquivos abre o acesso ao público ao rico material documental. No espaço seguinte, um livro de tecido gigante exibe as ilustrações inéditas realizadas pelos naturalistas no século XVIII. Em seguida, a instalação de Zerbini transforma-se em ambiente sensorial, uma interpretação poética do artista sobre o tema. No quarto espaço, o dragoeiro, planta originária das Canárias, Madeira e Açores e tema de estudos de Vandelli, ocupa um hall onde são projetadas as imagens da evolução de suas sementes e mudas. Imagens do gabinete de Vandelli em Coimbra estão a seguir impressas em bandeiras. O catálogo será coletado durante a visita em pequenas folhas avulsas. O percurso se encerra no espaço dedicado aos objetos naturais do próprio Jardim Botânico do Rio, formando um novo Gabinete de curiosidades, desta vez carioca.

SERVIÇO

"O Gabinete de curiosidades de Domenico Vandelli"
Local: Museu do Meio Ambiente
Rua Jardim Botânico, 1008 - Jardim Botânico

Exposição
Período: de 4 de julho a 30 de setembro
Horário de funcionamento: de 10h às 17h, de terça a domingo
Ingresso: gratuito

 

 

 

 

 

volta à primeira página