Green Rio inaugura sua terceira edição no Jardim Botânico do Rio
7/5/2014

green rioEvento tem duração de dois dias e reúne produtores, técnicos e representantes do governo para debates e rodadas de negócios.

A terceira edição do Green Rio teve início nesta quarta-feira, 7 de maio, no Espaço Tom Jobim, no Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Planejado para atuar como uma plataforma de negócios de produtos orgânicos e sustentáveis no Rio de Janeiro, o Green Rio reúne produtores, técnicos, especialistas, representantes dos Ministérios do Desenvolvimento Agrário (MDA), da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), além de entidades parceiras que atuam na cadeia produtiva de orgânicos.

O evento abrange palestras, exposição de produtos e 132 encontros de negócios. A expectativa é de que sejam gerados R$ 3 milhões em negócios realizados. Os organizadores avaliam que cerca de 1000 pessoas devem comparer aos dois dias de atividades promovidas.

A diretora do Planeta Orgânico, Maria Beatriz Bley, explicou que o Green Rio vai abordar temas como agricultura familiar, mudanças climáticas e suas relações com a agricultura, gestão sustentável de alimentos, valor agregado dos mercados regionais, água e economia azul, turismo sustentável e legado de sustentabilidade de mega eventos (como a Copa e as Olimpíadas).

Uma das novidades deste ano será o lançamento da Cartilha “Comer, Pensar e Preservar”, produzida pela Unep (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, sigla em inglês) e traduzida para o português pelo Sebrae e pelo Planeta Orgânico. A publicação traz dicas sobre melhor aproveitamento e gestão de alimentos em restaurantes, e é dirigida aos comerciantes do setor e público consumidor em geral.

A presidente do JBRJ, Samyra Crespo, reforçou o compromisso da sustentabilidade em sua gestão no Jardim, e comentou a evolução do mercado e do acesso do público aos produtos orgânicos no Brasil. “ Melhorou muito, hoje podemos achar orgânicos em diversos locais, mas ainda é preciso ampliar a oferta para garantir que esses produtos cheguem a toda a população, que merece mais saúde e qualidade”, comentou a presidente.

O diretor do Sebrae Rio, Evandro Peçanha, explicou que a agricultura familiar é a base da economia agrícola para o interior, e que, hoje, 70% dos alimentos que chegam à mesa do brasileiro são oriundos desse tipo de agricultura.

Participaram da mesa de abertura do evento a presidente do JBRJ, Samyra Crespo, o secretário de Agricultura do Rio de Janeiro, Alberto Mofati, o delegado do MDA, José Otávio Fernandes, o cônsul substituto da Alemanha no Rio de Janeiro, Harald Klein, o coordenador de Agroecologia do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Rogério Dias, a diretora do Planeta Orgânico, Maria Beatriz Bley, o diretor do Sebrae Rio de Janeiro, Armando Clemente, e o gerente de negócios do Sebrae, Evandro Teixeira.


 

 

 

 

 

 

voltar à primeira página